Fato Concreto

Fato Concreto

Páginas

Homem se entrega e confessa participação na morte de um PM durante um assalto a ônibus em Salvador



Um homem se entregou, na tarde desta sexta-feira (13), na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e confessou ter participado do assalto a ônibus na Avenida Paralela, na manhã de hoje (13), onde um policial militar foi assassinado após reagir ao assalto.
 
 
Tiago Barbosa Muniz, 30 anos de idade, relatou que ele e um adolescente, deram voz de assalto ao coletivo e que o PM Jaílson César dos Santos Mendes os rendeu e atirou no braço e barriga de Tiago. Tiago era o único armado e com os tiros largou a arma e, segundo ele, levantou as mãos em rendição. Mas, ainda segundo o acusado, o adolescente pegou a arma do chão e atirou contra o policial, que não resistiu aos ferimentos no rosto e veio a óbito no local. Tiago, ainda ferido, alega não saber o paradeiro do adolescente.
 
A polícia divulgou imagens dos dois suspeitos, entre eles o Tiago. De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, os dois homens, um deles aparentando ser ainda adolescente, entraram no coletivo na região do Iguatemi e anunciaram o assalto na Avenida Paralela, descendo na altura do hipermercado Extra.
 
De acordo com denúncia feita à Central de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Centel), dois homens foram vistos por volta das 6h20, minutos após a ocorrência, na Avenida Edgar Santos, no Doron, sendo um deles baleado. A polícia ainda verifica se é a dupla responsável pela morte do PM.


* Informações e imagem do site Bocão News

0 comentários:

Postar um comentário